24
Dez

Papel da Família

24 dezembro de 2016 às 12:35

Na família nascemos, vivemos e morremos. Ela faz parte da nossa vida todos os dias e o dia todo. A família tem o seu papel e o mesmo deve ser desempenhado por cada pessoa que faz parte dela, tais como: cônjuges, filhos, pais e irmãos.

22
Jun

A família e as redes sociais

22 junho de 2016 às 17:48
Facebook, whatsapp, blogs, instagram, twitter,  youtube, flickr, badoo, google+, linkedin e tantos outros nomes que a gente não sabe que existem.
 
Antigamente só tinha o Orkut. Quem se lembra do Orkut? Era uma novidade.
 
Pois bem, como podemos conviver com as redes sociais? Até que ponto as redes sociais podem beneficiar e atrapalhar os relacionamentos familiares? Como podemos usar as redes sociais a nosso favor, isto é, para fortalecer a família?
 
Já convivendo com as redes sociais e observando muitos comportamentos, atrevo-me a pontuar alguns conselhos para que as redes sociais venham contribuir para o fortalecimento familiar.
 
1 – Cuidado com as fotos nas redes sociais
Tenho visto muitas pessoas expondo fotos, especialmente de crianças, nas redes sociais. As imagens postadas nas redes correm o mundo e podem ser usadas para fins perniciosos. Portanto, muito cuidado com as fotos que você posta nas redes, especialmente aquelas que podem usadas por pedófilos.
 
2 – Não discuta assuntos familiares nas redes sociais
 
Redes sociais são para falar de coisas amenas. As conversas de temas mais delicados devem ser conversados pessoalmente. Tenho visto muitas famílias em verdadeiro pé de guerra por opiniões postadas no whatsapp, especialmente. Tenho visto pais e filhos travarem uma verdadeira briga nas páginas do Facebook. Isto em nada edifica a família.
 
3 – Use as redes sociais para aproximar os distantes, mas sem se esquecer daqueles que estão próximos.
 
Alguém já disse que as redes sociais aproximam os distantes, mas afastam aqueles que estão próximos.
É verdade! Quantas vezes estamos “conversando” com um parente que está num outro continente, mas esquecemos de dirigir uma palavra ao parente que está do nosso lado.
Já vi casais e famílias inteiras, em restaurantes, onde todos os membros estavam conectados no whatsapp e nenhuma voz se ouvia.
 
4 – Subjugue os celulares
 
Todas as mídias sociais estão nos celulares, através dos aplicativos.
Conheço um chefe de família que instituiu a “caixinha dos celulares”. O que é isto?
A caixinha dos celulares nada mais é que uma caixa de sapato onde são colocados os aparelhos dos membros da família quando estes chegam para o almoço da família. Não é uma boa prática?
 
5 – Use as redes sociais para a edificação da família.
Muita imoralidade, pornografia, fofocas e maledicências são veiculados nas redes sociais. Procure filtrar o que você recebe. Não passe apressadamente um texto sem antes verificar sua procedência e veracidade. Não permita que sua família seja uma propagadora de imoralidade, mentiras e boatos.
Use as redes sociais para promover a paz, a edificação mútua compartilhando mensagens inspirativas e abençoadoras.
Tenho visto muita coisa boa nas redes sociais, como orações, mensagens de textos edificantes e orações.
 
6 – Não permita que as redes sociais roubem o seu tempo
Com o advento das redes sociais, muito tempo é dedicado digitando, vendo vídeos que são transmitidos. Vigie para que as redes não roubem seu tempo da leitura de bons livros, especialmente da Bíblia, a Palavra de Deus.